“Eu gostaria de voltar ao Barça, mas é muito difícil que os nossos caminhos se cruzem”

0
38

Luis Enrique, treinador do PSG, apresentou a Fundação Xana, da qual é patrono fundador junto com sua esposa, Elena Cullell, e cujo principal objetivo será acompanhar crianças que sofrem de doenças graves e suas famílias.

Esta iniciativa, de caráter familiar, “é inspirada no sorriso e no desejo de fazer felizes as pessoas que cercavam” Xana Martínez Cullell, a filha do casal que faleceu em 2019 aos 9 anos devido a um osteossarcoma, explicou a Fundação em um comunicado.

“A Fundação Xana nasce com o propósito de ajudar todas aquelas pessoas que, infelizmente, passam por essas experiências e não têm recursos para acompanhar seus filhos”, explicou o técnico asturiano.

“Tenho como regra cumprir meus contratos”

Já focado no aspecto esportivo, ele explicou sua situação com o Barcelona, seu adversário nas quartas de final da Liga dos Campeões: “Sempre disse que gostaria de voltar, mas a realidade é que é muito difícil que os nossos caminhos se cruzem”.

“Agora eles vão precisar de um treinador, mas tenho como regra cumprir meus contratos e com as pessoas que confiam em mim. Não serei eu quem romperá esse contrato, não é minha prática e nunca o farei”, detalhou sobre isso.

Por fim, Luis Enrique analisou a eliminatória contra o Barcelona: “Vejo como muito difícil. Não só porque eles ganharam 5 Champions, mas pela grandeza do clube. Eu sou ‘culé’ e sócio ‘culé’ há 25 anos, mas esta é minha profissão e tentarei com todo meu empenho ajudar minha equipe a vencer a eliminatória. Serei sócio do Barça e do Sporting até o dia em que morrer”.

Fonte: Besoccer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!