Manter taxas altas por muito tempo pode prejudicar o crescimento económico – Jerome Powell

0
19

 

O Presidente do Federal Reserve, Banco Central dos Estados Unidos da América, Jerome Powell, expressou na terça-feira, 09/07, preocupação de que manter as taxas de juros muito altas por muito tempo poderia prejudicar o crescimento económico.

Preparando o cenário para uma aparição de dois dias no Capitólio esta semana, o líder do banco central disse que a economia norte americana continua forte, assim como o mercado de trabalho, apesar de algum esfriamento recente. Powell citou alguma redução na inflação, que ele disse que os formuladores de políticas permanecem resolutos em reduzir para sua meta de 2%.

“Ao mesmo tempo, à luz do progresso feito tanto na redução da inflação quanto no esfriamento do mercado de trabalho nos últimos dois anos, a inflação elevada não é o único risco que enfrentamos”, disse ele. “Reduzir a contenção política tarde demais ou muito pouco pode enfraquecer indevidamente a atividade econômica e o emprego.” Acrescentou. 

O comentário do Powell coincide com a aproximação do aniversário de um ano da última vez que o Comité Federal de Mercado Aberto (FOMC) aumentou as taxas de juros de referência.

A taxa de empréstimo overnight do Fed está actualmente em uma faixa de 5,25%-5,50%, o nível mais alto em cerca de 23 anos, produto de 11 aumentos consecutivos depois que a inflação atingiu seu nível mais alto desde o início dos anos 1980.

Os mercados esperam que o Fed comece a cortar as taxas em Setembro e provavelmente continue com outra redução de um quarto de ponto percentual até o fim do ano. Os membros do FOMC em sua reunião de junho, no entanto, indicaram apenas um corte.

‘Fortalecer a nossa confiança’

Nos últimos dias, Powell e seus pares indicaram que os dados de inflação têm sido um tanto encorajadores após um salto surpresa no início do ano. A inflação, conforme julgada pelo índice de preços de despesas de consumo pessoal preferido do Fed, estava em 2,6% em maio, após atingir o pico acima de 7% em Junho de 2022.

“Após uma falta de progresso em direcção à nossa meta de inflação de 2% no início deste ano, as leituras mensais mais recentes mostraram um progresso modesto adicional”, disse Powell. “Mais dados bons fortaleceriam nossa confiança de que a inflação está se movendo de forma sustentável em direção a 2%.”

A declaração faz parte das actualizações semestrais obrigatórias do Congresso sobre política monetária. Após fazer os comentários, Powell enfrentará questionamentos de membros do Senate Banking Committee na terça-feira, e depois do House Financial Services Committee na quarta-feira.

Fonte: O Económico

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!