Despesa do Estado no primeiro trimestre atinge 17,2 por cento

0
11

A realização da despesa do estado, durante o primeiro trimestre do ano corrente, representou 17.2 por cento do orçamento anual previsto.

O balanço da Execução Orçamental recentemente divulgado pelo Ministério da Economia e Finanças referente aos gastos dos primeiros três meses deste ano, fala de despesas feitas pelo governo, absorveram ao todo cerca de 97.897 milhões de meticais.

No referido período, destacam-se a alocação para o desenvolvimento do capital humano, justiça social, estímulo para o crescimento económico, tendo registado um impacto na margem dos 43,3 e 25,7 por cento, respectivamente.

O sector da educação absorveu 21,3 mil milhões de meticais dos 82,5 mil milhões previstos até fim do ano.

A saúde teve um peso de 22.,4 por cento, e a agricultura e desenvolvimento rural 6,4 por cento dos recursos existentes. 

No total, o governo prevê despesas acima dos 540 mil milhões de meticais, correspondente a 35,3 por cento do produto interno bruto, um contexto em que o défice fiscal estará na ordem dos 159,2 milhões de meticais.

Pretende-se ainda dar uma atenção especial para o crescimento económico, produtividade e geração de emprego, no qual perspectiva-se um impacto de 188 mil milhões de meticais correspondentes a 34,6 por cento de despesa total.

A execução orçamental é o conjunto de operações que reflectem a cobrança de receitas e o pagamento de despesas previstas no Orçamento do Estado.

A previsão para este ano era de que a inflação caísse para 7%, prevendo-se que se mantenha na mesma ordem de 2023.

O Orçamento do Estado prevê despesas de 542.695 milhões de meticais (7.795 milhões de euros), um aumento de 15%.

Já as despesas de investimento aumentam para 137.297 milhões de meticais (1.974 milhões de euros) em 2024, equivalente a 8,9% do PIB.

A proposta estima receitas do Estado de mais de 383.537 milhões de meticais (5.514 milhões de euros) em 2024, equivalente a 25% do PIB, o que representará um défice de mais de 159.488 milhões de meticais (2.293 milhões de euros), correspondente a 10,4% do PIB.

O PIB moçambicano deverá crescer para 1,536 bilhões (milhões de milhões) de meticais (22.084 milhões de euros) em 2024, o que corresponde a um crescimento económico esperado de 5,5%.

Fonte: O Económico

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu nome aqui
Por favor digite seu comentário!